Pinhão – Sete linhas do transporte universitário serão ofertadas gratuitamente pelo município

No início do ano de 2017, já com dados concretos relacionados à situação financeira do município, a administração municipal iniciou um diálogo com os estudantes que utilizam o transporte universitário. O objetivo era encontrar uma maneira para manter o serviço conforme o orçamento previsto para aquele ano. Em 2017 e em 2018 uma negociação entre a administração e o governo do estado, intermediada por deputados e lideranças locais, possibilitou a manutenção do transporte de forma gratuita. Além disso, a atual administração investiu mais de 120 mil reais em recursos próprios na aquisição ônibus seminovos.

 

A atual gestão recebeu uma frota bastante sucateada como mostram as imagens a seguir.

Além de renovar a frota de ônibus, caminhões e maquinas, como vem acontecendo desde o início da gestão, também foi identificada a necessidade de reformar de escolar, creches e posto de saúde. No que se refere aos investimentos na área da educação, o valor aplicado no transporte de universitários, hoje impossibilita o atendimento de diversas demandas urgentes na educação básica, que vai da creche ao 5º ano e é a principal obrigação do município.

Reforma do CMEI Tia Clarinha

 

Construção da Unidade de Saúde do Bairro São Cristóvão

Imagens de parte da frota  renovada

O ano de 2019 começa com uma previsão orçamentaria muito baixa e por conta disso, no final de 2018 a administração chamou os universitários para pensar o transporte deste ano. Mantendo a transparência que norteia esta gestão, foi então comunicado aos estudantes que não haveria mais a possibilidade da manutenção dos treze ônibus. Após várias reuniões e estudos técnicos, o município então se propôs fornecer cinco ônibus, os quais podem realizar sete linhas, isso de forma gratuita, porém os universitários terão que se organizar através de uma associação, pois assim será possível auxilia-los de várias maneiras, como por exemplo, buscando recursos para aportar a possível contratação de mais ônibus, isso claro através da associação. Dos treze ônibus que realizaram o transporte no ano passado, três já foram repassados para as secretarias de Saúde e de Esportes, cinco permanecem à disposição dos universitários e os demais serão destinados para o transporte de estudantes no município.

Reunião com os universitários

Caso haja interesse  dos universitários, profissionais da Prefeitura estarão a disposição para auxiliar nas questões burocráticas na criação da associação. Além disso, a gestão está estabelecendo contatos com universidades e escolas técnicas que já manifestaram interesse de se instalar no município. “Se isso realmente se concretizar, será um grande salto para o desenvolvimento de Pinhão e um risco a menos para os estudantes que diariamente pegam a estrada para se dirigir até Guarapuava”, destaca Adilson Santarém, secretário municipal de administração.

De acordo com a secretária de Educação, Maria Aparecida, equalizando os investimentos será possível atender demandas que não podem mais esperar. “Vamos atender os universitários conforme o orçamento nos permite e a melhor distribuição dos recursos disponíveis vai nos dar condições para realizar a reforma da escolas e CMEIs que há muito tempo estão necessitando.

“As condições impostas pela situação financeira do país impactam diretamente nos municípios. A elevação preço do combustível, a idade dos ônibus, que por consequência geram um alto custo com manutenção são fatores que nos obrigam equalizar os investimentos para outras áreas da educação possam ser atendidas”, disse o prefeito em exercício Beraldo Nunes do Amaral.

Top